A melhor distribuidora de Auto Peças Elétricas do interior paulista, o menor preço com a melhor entrega, desde 1990 oferecemos produtos de qualidade. Auto Peças, Auto Peças em Limeira, distribuidora de Auto Peças, Auto Peças do interior paulista, estoque de Auto Peças, peças de carro baratas, Auto Peças e Acessórios, auto peças online, pedidos on-line, Auternador, Alternador, Motor de partida, Motor de arranque, Lanternas, Lâmpadas de veíuculos, Reguladores, Chicotes, Soquetes, Autopeças elétricas, peças elétricas.

28/11/2017



Renault Kwid brasileiro se sai melhor que o original indiano e leva três estrelas no Latin NCAP




O pessoal da Renault já pode respirar aliviado. Depois de uma sequência de reprovações do Kwid indiano em testes de segurança, o exemplar brasileiro do subcompacto foi avaliado pelo Latin NCAP e recebeu três estrelas, em um máximo de cinco.

Produzido em São José dos Pinhais (PR), o Kwid foi avaliado em batidas frontais e laterais e garantiu as três estrelas tanto na proteção para o passageiro adulto, como para crianças. Segundo o relatório do órgão que avalia o nível de segurança dos veículos vendidos na América Latina e Caribe, o modelo oferece “um melhor rendimento quanto à proteção, em comparação com a versão fabricada na Índia e com outros da concorrência no mercado, mesmo sob protocolos de avaliação mais exigentes do Latin NCAP”.

A Renault brasileira trabalhou bastante no reforço do carrinho, até para apagar a má impressão que o original da Índia deixou. Em meados do ano, durante avaliações da Global NCAP, o Kwid feito na Ásia zerou por três vezes seguidas nos testes de colisão. Só na quarta, e depois de muitos reforços estruturais, levou uma estrelinha de consolação.



Reforço nas estruturas


O modelo nacional levou um belo trato para passar de ano. Reforços na coluna central, quatro airbags de série e até os 110 kg a mais no peso total garantiram uma reputação pouco melhor ao subcompacto paranaense.

“O Kwid mostrou uma proteção frontal adequada e proteção marginal contra impactos laterais com uma proteção fraca no peito do adulto, porém suficiente para alcançar as três estrelas sólidas na proteção deste ocupante. No impacto lateral, a estrutura evitou atravessar, de forma excessiva, a barreira de impacto lateral que, combinado com o airbag do tórax lateral, conseguiu manter as lesões dos adultos por baixo da alta probabilidade de risco de vida”, diz o parecer da Latin NCAP.



O relatório da entidade de segurança até deixa no ar que o carro poderia ter se saído um pouco melhor. No caso da proteção infantil, por exemplo, o órgão enaltece a ancoragem Isofix de série, mas critica a ausência de interruptor para desativar o airbag frontal do passageiro. Outra queixa do Latin NCAP é quanto à falta de cintos de três pontos em todas as posições.

Veja o vídeo com o teste de colisão do Renault Kwid brasileiro no Latin NCAP: